Decidi abrir o coração

Enquanto escrevia esta crônica com os olhos cheios de lágrimas, ouvia I’ll Be There do Jackson 5, porque alguém muito especial para mim gostava dessa música. Talvez essa crônica seja a mais especial que eu possa escrever, porque nela vou falar sobre alguém que foi muito importante na minha vida…

Quando eu tinha 5 anos minha mão conheceu o ex-marido dela, e ele foi como um pai pra mim, uma frase que marcou muito minha vida que ele disse quando eu era criança foi “Nós não temos o mesmo sangue, mas você é como uma filha para mim”…. E ele foi um grande pai para mim. Não fui uma criança e adolescente que deu muito trabalho aos pais, fui bem tranquila. Mas tive fases bem complicadas, e todas elas ele aprendeu a lidar. Cheguei a falar coisas que o magoaram e ele também o fez.

Em 19 de junho de 2015 ele veio a falecer. Foi o pior dia da minha vida. Convivi com ele por 17 anos… E foram anos de muito aprendizado, porque o maior deles foi aprender a ser uma filha. Ele tinha um orgulho muito grande de mim, e eu não fazia mais nada do que minha obrigação como uma filha… Claro, geralmente fazia como um ato de amor e gratidão. Os fatos que antecederam a morte do meu pai foram para mim como um peso, porque antes de tudo acontecer eu fui tão egoísta, só pensava na minha vida, meus estudos e tudo que envolvia meu mundinho. Minha vontade era de voltar no tempo e ficar todo o tempo perto dele, rindo das piadas sem graça, vendo tv, falando das bandas de rock da década de 80 que ele gostava, ter a oportunidade de ter falado mais de mim, porque era muito fechada sobre ser sincera com meus sentimentos, sempre “maquiava” tudo. Depois que ele faleceu eu não consigo entender o que aconteceu comigo, mas me sentia um monstro por ter sido distante dele antes dele ir, eu carreguei isso por um tempo, até que no dia que fez 2 anos da sua morte tive um sonho “Eu estava em São Paulo com meu pai e minha irmã e estávamos na rua Galvão Bueno, eu parecia uma guia turística. Em um momento parei e expliquei algo sobre uma loja, meu pai me olhou profundamente, e eu não entendia porque ele me olhava daquele jeito.” No dia seguinte fiquei pensando no sonho, porque foi a primeira vez que sonhei com ele e ele estava bem e não debilitado como havia sonhado outras vezes. Eu estava indo para a universidade e ouvi Deus falar comigo sobre porque meu pai me olhava daquele jeito no sonho, eu ouvi Deus dizer “Está tudo bem, você deu orgulho para seu pai, você não é uma pessoa má pelo que aconteceu naquela época. Por mais que você tenha seus momentos ruins, você tem um bom coração e é amada.” Eu enchi os olhos de lágrimas, estava chorando no meio da rua, mas depois disso eu senti paz.

Meu pai não foi alguém famoso, um médico, engenheiro ou o presidente. Ele era um homem simples, humilde e de coração puro. Com seus defeitos como qualquer outra pessoa, mas foi honrado e deixou sua marca na vida das pessoas que ele passou. Eu quero agradecer ele por ter cuidado de mim, mesmo não tendo o mesmo sangue que ele, me tratou como sua filha de verdade, me corrigiu quando precisou, me ensinou  sobre valores e as coisas que realmente são importantes na vida. Eu quero deixar isso no meu blog, como forma de honrá-lo pelo homem que ele foi e por não ter desistido nos momentos mais difíceis. Eu sei que ele lutou com todas as forças para sobreviver, mas entre ele e Deus havia mistérios, Deus fez conforme seria o melhor para meu pai, porque Deus é perfeito. Agradeço ao Sérgio por todas as coisas que me ensinou, por acreditar em mim, mesmo eu sendo desse jeito, em sua memória deixo esse texto no meu blog.

Eu te amo pai, obrigada.

A imagem pode conter: 1 pessoa

Anúncios

4 comentários em “Decidi abrir o coração

  1. Que lindo o texto, flor.
    Imagino o quão doloroso deve ter sido perder o seu pai e ainda mais depois reconhecendo que antes disso acontecer, vc se julgou egoísta.
    Mas com certeza seu pai está em um lugar melhor, olhado por vc e sabendo que tudo que aconteceu não foi por mal.
    Beijão

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s